quarta-feira, dezembro 8, 2021

Universidade da Capoeira lança revista sobre a Regulamentação da Capoeira

Cultura

Vivemos um momento particularmente complexo em nossa história. O ano de 2020 será, sem dúvida, lembrado como um ponto de inflexão em nossa história contemporânea. Em meio a esse turbilhão de acontecimentos impactantes, vários temas têm sido objeto de reflexão. A cultura brasileira, como expressão de relações sociais tensas e complexas, não foge à regra. Seja por causa da repentina relevância que os meios digitais de comunicação adquiriram em nossas vidas, seja em razão dos debates sobre as desigualdades raciais, o fato é que o tema das identidades culturais estão na pauta de todos os movimentos sociais e seguem como prioridade das pesquisas em diversas instituições acadêmicas.

O objetivo do presente volume é trazer uma contribuição estruturada e consistente a esse debate, abordando uma manifestação cultural peculiar, que vem ganhando relevância cada vez maior, em escala global: a capoeira. A arte-luta brasileira, nas últimas décadas, difundiu-se pelo mundo, tornando-se uma das manifestações culturais brasileiras mais conhecidas em outros países. Pesquisadores afirmam que a capoeira, atualmente, é o principal elemento de difusão da língua portuguesa.

Ao tempo em que ocorria essa expansão internacional, as coisas mudavam também no Brasil. Daquela prática informal, em que se aprendia “de oitiva”, pela observação dos antigos mestres, passou-se ao ensino sistematizado, formal e incluído nas instituições. A capoeira, que já era um ofício popular e tradicional, ingressa no mundo do trabalho formal, associada, ou não, a outras profissões, como a do professor de educação física ou profissionais de outras áreas.

Os artigos que temos a honra de reunir nesta coletânea abordam a capoeira a partir de diversas perspectivas, mas com o mesmo foco: o tema da profissionalização. Busca-se, por meio da análise histórica e por outros métodos, a compreensão do fenômeno da profissionalização da capoeira.

Dessa forma, os textos que agrupamos, tratam de questões relacionadas às políticas públicas de cultura, das relações da capoeira com o mundo do esporte, da questão do registro como patrimônio cultural imaterial, das relações da arte-luta com os órgãos profissionais da educação física (Sistema CREF-CONFEF), sem deixar de abordar questões consideradas essenciais pelos capoeiristas, como a necessidade da preservação das tradições ancestrais da luta e da valorização dos chamados Velhos Mestres.

Agradeço aos autores que aceitaram participar desta coleção de artigos que certamente em muito contribuirá para qualificar o debate sobre os mais importantes temas contemporâneos relacionados à capoeira.

Agradeço, também, aos membros do Conselho Editorial, que muito tem contribuído com suas participações na consolidação deste trabalho. Ao Mestre Jean Araújo (Terreiro Capoeira – TO), nossos agradecimentos pela elaboração da capa desta edição e pelas demais contribuições que tem oferecido à nossa revista e à capoeira.

Aos nossos leitores e leitoras, que esta edição traga momentos de reflexão sobre os caminhos por onde deve andar a nossa “arte afro-brasileira da capoeiragem”.

Para baixar a Revista Íbamò clique aqui.

Boa leitura!

Mestre Paulão Kikongo

- Publicidade -spot_img

6 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a todos os envolvidos e principalmente aos que vem lutando incansavelmente para manter a capoeira livre e sem amarras como sempre foi.
    Ao Mestre Paulão Kikongo meus sinceros respeitos e agradecimentos pelo zelo que tens pela capoeira.

    Mestre Tonhão

  2. Boa noite caríssimo Mestre Paulo Kikongo.
    Parabéns pela revista, espaço ímpar de difusão da nossa Capoeira, bem como pelo compromisso e militância com o social.
    Saudações e obrigado por contemplar nosso escrito (Mestres Bobby e Olímpio) entre tão ilustres estudiosos/as e Mestres/as da arte da mandinga.
    Att
    Mestre Bobby

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

Rádio Capoeira disponibiliza o livro O Tradição dos Orixás

Entre a segunda metade da década de 1980 e a primeira metade dos anos 1990 houve uma aliança política,...
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias

- Publicidade -spot_img