Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africanas serão mapeados no RJ

Date:

Compartilhe esta postagem:

Continuam abertas até o dia 23/02 as inscrições para o processo seletivo para o Mapeamento dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana em 11 Municípios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Aberto apenas para pessoas jurídicas, as instituições interessas poderão fazer as suas inscrições até às 17 horas da data prevista para o encerramento.

Segundo o Edital, as entidades devem enviar propostas técnica e financeira com vistas a realizar “Mapeamento Socioeconômico e Cultural dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana”.

Esta seleção é uma iniciativa da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) em parceria com o Programa das Nações Unidades para o Desenvolvimento (PNUD).

O objetivo principal desta atividade é “munir os poderes públicos de dados que orientem e subsidiem a elaboração, implementação, monitoramento e avaliação de políticas públicas para Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana no Estado”.

Os municípios contemplados, além da capital fluminense, são: Belford Roxo, Duque de Caxias, Maricá, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, São Gonçalo, São João de Meriti, Japeri e Mesquita.

O endereço para entrega dos arquivos, em envelopes lacrados e separados, é “Setor de Embaixadas Norte (SEN) – Quadra 802 – Conjunto C – Lote 17 / Brasília, DF / CEP: 70800-400”, aos cuidados da Unidade de Compras e Contratos.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (61) 3038-9300, telefax (61) 3038-9010, ou e-mail pnudlicitacoes@undp.org.

Fonte: SEPPIR/PR

Foto: Fundação Cultural Palmares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Campanha dos 21 Dias de Ativismo contra o Racismo se inicia no dia 5 de março com diversas atividades

A partir de seu embrião, em 2016, neste ano a Campanha 21 Dias de Ativismo Contra o Racismo...

Espaço Brincante recebe Mestre Russo de Caxias para vivência e roda de capoeira

Documentário, vivência e aulão de capoeira para todas as idades é a programação deste domingo no Espaço Brincante...

Dique do Tororó recebe o Movimento Cadê Salomé para roda de capoeira e prosa neste final de semana

Com a participação da Mestra Lilu, mulher, mãe, capoeirista e pesquisadora e de Professora Negona, mulher negra, amante...

Nessa Roda tem Mandinga! Mandinga de Mulher!

O Programa Mandinga de Mulher, uma parceria entre a Rádio Capoeira e o Grupo de Estudos e Intervenção...