Evento no RJ debate abuso sexual de crianças

Date:

Compartilhe esta postagem:

Notícias

Rio de Janeiro, 19/11/2008

O quê: O III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vai mobilizar funcionários governamentais de alto nível, especialistas, sociedade civil, imprensa, setor privado, organizações internacionais e adolescentes para fazer avançar a agenda global destinada a colocar um fim à exploração sexual de crianças e adolescentes. Os dois primeiros Congressos foram realizados em Estocolmo, Suécia (1996), e Yokohama, Japão (2001).

Onde: Riocentro, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Quando: 25 a 28 de novembro de 2008.

Quem: O III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes está sendo realizado pelo governo brasileiro, o UNICEF, o Ecpat (Articulação Internacional contra Prostituição, Pornografia e Tráfico de Crianças e Adolescentes) e NGO Group for the Convention on the Rights of the Child (Grupo de ONG para a Convenção sobre os Direitos da Criança). Mais de 100 países deverão enviar delegações de alto nível. Espera-se a participação de cerca de 3 mil pessoas, entre as quais, centenas de adolescentes e jovens que terão um papel ativo no Congresso.

Por quê: Mais de uma década depois de Estocolmo, muitos estudos – incluindo o recente Estudo das Nações Unidas sobre Violência contra Crianças – indicam que a exploração sexual de crianças e adolescentes está aumentando. Também estão aumentando as evidências de atividades criminosas relacionadas ao tráfico de crianças para fins sexuais, a exploração de meninas e meninos por turistas e viajantes, a proliferação de imagens de crianças sendo abusadas e crimes relacionados à internet. A exploração sexual de crianças e adolescentes está abastecida pela demanda internacional e nacional, que ameaça meninas e meninos de todas as idades, em todos os cantos do mundo.

Congressos anteriores: I Congresso Mundial contra a Exploração Sexual Comercial de Crianças foi realizado em Estocolmo, Suécia, em 1996, tendo como resultado a Declaração de Estocolmo e a Agenda para a Ação, que foi adotada por 122 países. Esses países comprometeram-se a desenvolver estratégias e planos de ação com diretrizes combinadas. Em dezembro de 2001, o II Congresso Mundial contra a Exploração Sexual Comercial de Crianças foi realizado em Yokohama, Japão, resultando no Compromisso Global de Yokohama. Esse Congresso consolidou as parcerias e reforçou o comprometimento global pela proteção de crianças contra a exploração sexual, aumentando para 161 o número dos países comprometidos com a Agenda para a Ação de Estocolmo.

Fonte: ONU Brasil


Este artigo pertence ao Portal Capoeira do Rio.
Todos os direitos reservados.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Campanha dos 21 Dias de Ativismo contra o Racismo se inicia no dia 5 de março com diversas atividades

A partir de seu embrião, em 2016, neste ano a Campanha 21 Dias de Ativismo Contra o Racismo...

Espaço Brincante recebe Mestre Russo de Caxias para vivência e roda de capoeira

Documentário, vivência e aulão de capoeira para todas as idades é a programação deste domingo no Espaço Brincante...

Dique do Tororó recebe o Movimento Cadê Salomé para roda de capoeira e prosa neste final de semana

Com a participação da Mestra Lilu, mulher, mãe, capoeirista e pesquisadora e de Professora Negona, mulher negra, amante...

Nessa Roda tem Mandinga! Mandinga de Mulher!

O Programa Mandinga de Mulher, uma parceria entre a Rádio Capoeira e o Grupo de Estudos e Intervenção...